24/10/2014

Rui Machete

Mais um daqueles que nunca deveria ter entrado.

Recebe de braços abertos os criminosos que por vontade própria o quiseram ser

Américo Amorim perde milhões no BES e outros temas

Na imprensa da hoje

 

 

Como se perdem milhões e se está calado?

 

 

Esta ministra anda o é?

 

Estes não acertam uma!

 

 

Só lhe falta fazer uma festa para os receber?

 

 

O costume

IRS- 2015 - a grande confusão

 

 

Um dia sim, outro dia não

 

 

A ideia é empobrecer o país

23/10/2014

Passos Coelho - A fome de ir ao pote

 

Este escrito leva-nos aos  últimos temas de um novo estilo de Passos Coelho, assim como as “Conversas em família” de Marcelo Caetano.

 

“Antes das últimas eleições legislativas, em janeiro de 2011, Passos Coelho disse dos seus: "O PSD não está cheio de vontade de ir ao pote." Ontem, à espera das próximas eleições, Passos Coelho falou dos outros, "os que olham agora gulosamente para as eleições". Assinale-se a coerência lambareira da análise. Vamos a caminho de quatro anos e o pensamento do primeiro-ministro não sai da papila gustativa. A política externa? "Hummm, crepes Suzette..." E quanto à Defesa? "Brigadeiros, claro." E a dívida pública, senhor primeiro-ministro? "De comer e chorar por mais!" Não é que eu não goste, gosto. Mas não é a ideia que tenho de debate eleitoral, ver qual o político que mais passa a língua pelos lábios. Preferia que a política pusesse sobre a mesa mais ideias e menos sobremesas. Além de que, com a má fama que o açúcar começa a ter na política da Saúde, eu não entendo a insistência de Passos Coelho em ser acusado do aumento da diabetes. Ontem, frase completa usada para repetir a que já se vai tornando habitual política de faca e garfo era contra aqueles que "sabem alimentar-se da desgraça e que olham gulosamente para as eleições". Como veem, é uma preocupação com o dar ao dente própria de um país subalimentado. Já enjoa. A única justificação que vejo é a de lembrar que nem todo o setor bancário está em crise. O Banco Alimentar contra a Fome tem em Passos Coelho um propagandista incansável.” (DN)

TECNOFORMA ainda mexe

Vai continuar a mexer, pois vai

 

«Os documentos do Centro Português para a Cooperação (CPPC) - fundado por Passos Coelho em 1996 - terão sido enviados para o Ministério do Emprego, mas não se sabe onde se encontram.

O Ministério da Solidariedade, do Emprego e Segurança Social disse ao Público que não consegue encontrar os documentos relacionados com o CPPC de Passos Coelho, que lhe foram enviados em 1997.  


Dia 3 de outubro foi feito um requerimento para consultar os documentos arquivados "que tenham a ver com projetos e pedidos de financiamento apresentados entre 1996 e 1999" pelo CPPC, e é na sequência deste que o gabinete de Mota Soares fez saber ao Público que os documentos estão desaparecidos.»
 [DN]

Austeridade não leva à retoma económica

«O futuro presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse hoje que estão enganados os que pensam que apenas a austeridade pode levar à retoma económica, defendendo que as regras da disciplina orçamental devem ser acompanhadas de flexibilidade.
"Àqueles que pensam que excessiva austeridade leva automaticamente à melhoria da economia e à criação de postos de trabalho, devo dizer-lhes que devem abandonar essas ideias. O desaparecimento do défice e da dívida não leva automaticamente ao crescimento, ou a Europa estaria a crescer imenso", afirmou hoje de manhã Juncker na sessão plenária do Parlamento Europeu, em Estrasburgo.» [DN]

Bons conselhos !!! Preocupo-me contigo ...

 

Preocupo-me contigo...
 

(Atende o telefone com o ouvido esquerdo).
 


 



(Não tomes comprimidos com água gelada) .




(Não tenhas refeições pesadas depois das 17 Horas).





(Reduz a quantidade de comidas oleosas) .




(Bebe mais água de manhã e menos a noite).




(Fica distante dos carregadores de telemóveis) .




(Não uses AUSCULTADORES durante muito tempo) .



(O melhor período para dormir é entre as 22:00 e as 6:00 horas) .



(Não te deites após tomar medicamentos antes de dormir) .




(Quando a bateria do telemóvel estiver no último indicador de carga, não faças chamadas pois a radiação é 1000 vezes superior).

 

^



Não sejas egoista....

(Envia esta mensagem a todos os teus amigos)

 

 

Câmara Corporativa: Apavorado com as eleições

Câmara Corporativa: Apavorado com as eleições

22/10/2014

A Letra "P" (inacreditável).

 

 Para provocar pensadores ...
  A língua portuguesa, junto com a francesa, são as ÚNICAS línguas neolatinas na face da Terra que são completas em todos os sentidos... quem fala português ou francês de nascimento, é capaz de fazer proezas como esse texto com a letra "P". Só o português e o francês permitem isso...  a língua inglesa, se comparada com a língua portuguesa, é de uma pobreza de palavras sem limites... portanto, antes de estudar uma outra língua, se aperfeiçoe na sua, combinado?!
 

A LETRA "P"

"Apenas a língua portuguesa nos permite escrever isso...
       
Pedro Paulo Pereira Pinto, pequeno pintor português, pintava portas, paredes, portais. Porém, pediu para parar porque preferiu pintar panfletos. Partindo para Piracicaba, pintou prateleiras para poder progredir.

Posteriormente, partiu para Pirapora. Pernoitando, prosseguiu para Paranavaí, pois pretendia praticar pinturas para pessoas pobres. Porém, pouco praticou, porque Padre Paulo pediu para pintar panelas, porém posteriormente pintou pratos para poder pagar promessas.

Pálido, porém personalizado, preferiu partir para Portugal para pedir permissão para Papai para permanecer praticando pinturas, preferindo, portanto, Paris. Partindo para Paris, passou pelos Pirineus, pois pretendia pintá-los.

Pareciam plácidos, porém, pesaroso, percebeu penhascos pedregosos, preferindo pintá-los parcialmente, pois perigosas pedras pareciam precipitar-se principalmente pelo Pico, porque pastores passavam pelas picadas para pedirem pousada, provocando provavelmente pequenas perfurações, pois, pelo passo percorriam, permanentemente, possantes potrancas. Pisando Paris, permissão para pintar palácios pomposos, procurando pontos pitorescos, pois, para pintar pobreza, precisaria percorrer pontos perigosos, pestilentos, perniciosos, preferindo Pedro Paulo precaver-se.

Profundas privações passou Pedro Paulo. Pensava poder prosseguir pintando, porém, pretas previsões passavam pelo pensamento, provocando profundos pesares, principalmente por pretender partir prontamente para Portugal. Povo previdente! Pensava Pedro Paulo... Preciso partir para Portugal porque pedem para prestigiar patrícios, pintando principais portos portugueses. Paris! Paris! Proferiu Pedro Paulo.

Parto, porém penso pintá-la permanentemente, pois pretendo progredir. Pisando Portugal, Pedro Paulo procurou pelos pais, porém, Papai Procópio partira para Província. Pedindo provisões, partiu prontamente, pois precisava pedir permissão para Papai Procópio para prosseguir praticando pinturas.

Profundamente pálido, perfez percurso percorrido pelo pai. Pedindo permissão, penetrou pelo portão principal. Porém, Papai Procópio puxando-o pelo pescoço proferiu: Pediste permissão para praticar pintura, porém, praticando, pintas pior. Primo Pinduca pintou perfeitamente prima Petúnia. Porque pintas porcarias? Papai proferiu Pedro Paulo, pinto porque permitiste, porém, preferindo, poderei procurar profissão própria para poder provar perseverança, pois pretendo permanecer por Portugal.

Pegando Pedro Paulo pelo pulso, penetrou pelo patamar, procurando pelos pertences, partiu prontamente, pois pretendia pôr Pedro Paulo para praticar profissão perfeita: pedreiro! Passando pela ponte precisaram pescar para poderem prosseguir peregrinando.
 
Primeiro, pegaram peixes pequenos, porém, passando pouco prazo, pegaram pacus, piaparas, pirarucus. Partindo pela picada próxima, pois pretendiam pernoitar pertinho, para procurar primo Péricles primeiro. Pisando por pedras pontudas, Papai Procópio procurou Péricles, primo próximo, pedreiro profissional perfeito.

Poucas palavras proferiram, porém prometeu pagar pequena parcela para Péricles profissionalizar Pedro Paulo. Primeiramente Pedro Paulo pegava pedras, porém, Péricles pediu-lhe para pintar prédios, pois precisava pagar pintores práticos. Particularmente Pedro Paulo preferia pintar prédios. Pereceu pintando prédios para Péricles, pois precipitou-se pelas paredes pintadas. Pobre Pedro Paulo. Pereceu pintando...

Permita-me, pois, pedir perdão pela paciência, pois pretendo parar para pensar... Para parar preciso pensar. Pensei. Portanto, pronto pararei.

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

IRS - mais descontos para os ricos

Se havia dúvidas, estão dissipadas – o aligeiramento do IRS para as famílias numerosos só vai beneficiar os mais ricos os que detêm mais poder de compra.

Quem e pobre e tem muitos filhos, nem para IRS

Há duvidas?

Há, para aqueles que afinal com filho ou filhos ainda vão pagar mais IRS em 2015.

Passos Coelho bem anda por aí em jeito de pregador de falsas promessas, continuando com o seu hábito de sempre - mentindo

Significado de PUTARIA..... (E desculpem lá o vernáculo!)

 

                 Recebido por Email

    


 
Especialmente dedicada ao "sr ministro" Poiares Maduro pelas suas "brilhantes" declarações proferidas em 05/02/2014, acerca da sustentabilidade das reformas...

 PUTARIA é comparar a Reforma de um Deputado com a de uma Viúva.

PUTARIA é um Cidadão ter que descontar 35 anos para receber Reforma e aos Deputados bastarem somente 3 ou 6 anos conforme o caso e que aos membros do Governo para cobrar a Pensão Máxima só precisam do Juramento de Posse.

PUTARIA é que os Deputados sejam os únicos Trabalhadores (???) deste País que estão Isentos de 1/3 do seu salário em IRS.

 PUTARIA é pôr na Administração milhares de Assessores (leia-se Amigalhaços) com Salários que desejariam os Técnicos Mais Qualificados.

 PUTARIA é a enorme quantidade de Dinheiro destinado a apoiar os Partidos, aprovados pelos mesmos Políticos que vivem deles.

 PUTARIA é que a um Político não se exija a mínima prova de Capacidade para exercer o Cargo (e não falamos em Intelectual ou Cultural).

 PUTARIA é o custo que representa para os Contribuintes a sua Comida, Carros Oficiais, Motoristas, Viagens (sempre em 1ª Classe), Cartões de Crédito.

 PUTARIA é que s. exas. tenham quase 5 meses de Férias ao Ano (48 dias no Natal, uns 17 na Semana Santa mesmo que muitos se declarem não religiosos, e uns 82 dias no Verão).

 PUTARIA é s. exas. quando cessam um Cargo manterem 80% do Salário durante 18 meses.

 PUTARIA é que ex-Ministros, ex-Secretários de Estado e Altos Cargos da Política quando cessam são os únicos Cidadãos deste País que podem legalmente acumular 2 Salários do Erário Público.

 PUTARIA é que se utilizem os Meios de Comunicação Social para transmitir à Sociedade que os Funcionários só representam encargos para os Bolsos dos Contribuintes.

 PUTARIA é ter Residência em Sintra e Cobrar Ajudas de Custo pela deslocação à Capital porque dizem viver em outra Cidade.

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

Fiscalidade verde

Uma inovação que deixa de fora muitas actividades que serão muito mais  prejudiciais que os sacos de plástico: Eucaliptos, por exemplo

21/10/2014

Governo - que faz

 

Por onde tem andado este Governo?

Para alem daquele continuado conselho de ministros  num Sábado, para dar a entender que durante a semana muito se trabalha nos ministérios e quer apenas serviu para colocar uma cortina de fuma nas desavenças entre o matrimónio do PSD com o CDS, que mais tem feito?

As misérias na Educação  e Justiça, por muito que os seus responsáveis mintam, dizendo que está tudo bem, um qualquer cidadão despreocupado com as coisas da política, sabe bem que muito mal, começou o ano judicial e bem pior o ano lectivo, pois para este, ainda há muitas escolas sem professores.

Tentam os ministros e o Primeiro Ministro, pintar de cores alaranjadas a situação, mas na verdade já não conseguem  levar ao engano ninguém.

Passos Coelho, vagueia por lugares onde pretende passar despercebido nos momentos de entrada nos locais, onde apaniguados seus o convidam para cerimónias brejeiras, sem qualquer significado.

Da Economia, esgotou-se o gás que o ministro trouxe da cervejeira e, para além das viagens que faz ao “desconhecido”, da economia, nem luz, nem túnel.

Na Agricultura, a Ministra deve passar a maior parte do tempo a cuidar da sua enorme prole, não tendo tempo sequer para cuidar das roseiras do seu jardim.

A Ministra das Finanças, para alem do trabalho que teve na “composição do Orçamento do Estado para 2015, vai tendo muita dificuldade em continuar a descobrir mais umas mentiras no seu vasto reportório, tentando enganar novamente, muitos dos que já foram enganados por si e por Passos Coelho

Paula Teixeira da Cruz em banho Maria

Já admite a saída?

Não.

Estes relatórios normalmente são inconclusivos ou demoram uma eternidade.  Até lá…

“Paula Teixeira da Cruz assume que espera pelo relatório que irá apurar as responsabilidades pelo bloqueio do Citius e diz que se manterá no cargo até resolver "as coisas".

20/10/2014

Divida Pública

Passos Coelho sobre Crato

Porque não te calas?

 

Passos Coelho "Acertei quando escolhi Crato para ministro da Educação"

O chefe do Governo não só defende a atuação do seu ministro da Educação, Nuno Crato, como esclarece que “os países mais desenvolvidos não são aqueles que resolvem os seus problemas (…) a substituir membros do governo e da administração”. Passos Coelho falava em Esposende, na inauguração de um centro escolar, quando sublinhou que o voto é o único lugar onde se julgam os membros do Governo.

 

NICOLAU SANTOS_ Deviam estar todos presos...

 Se deviam estar todos presos – e a maioria dos portugueses pensa que sim – porque é que não estão?

 Deviam estar todos presos

 Até agora considerava-se que, entre todos os bancos portugueses que tiveram problemas, só o BPN era verdadeiramente um caso de polícia. Mas à medida que se conhecem mais pormenores sobre o que se passou nos últimos meses no BES cada vez temos mais a certeza que estamos perante um segundo caso de polícia. Daí a pergunta: porque é que não estão todos presos?

 Se não, vejamos. Depois de ter sido proibido pelo Banco de Portugal de continuar a conceder novos créditos ao Grupo Espírito Santo a partir de Janeiro deste ano, o BES continuou a fazê-lo - e, segundo as indicações, fê-lo no montante de 1,2 mil milhões de euros. E das duas uma: ou fê-lo com conhecimento de toda a administração, que sabia da proibição do Banco de Portugal; ou fê-lo por decisão de apenas duas pessoas - Ricardo Salgado e Amílcar Morais Pires. 

 No primeiro caso, todos deviam estar já presos; no segundo, os dois deviam estar detidos. Para além de desobedecerem ao banco central, lesaram gravemente o património do banco, sabendo conscientemente que o estavam a fazer. 

 Quanto aos outros membros do conselho de administração, se não foram coniventes, foram pelo menos incompetentes. Tinham responsabilidades em várias áreas de controlo da actividade do banco e ou não deram por nada ou, se deram, não fizeram nada. Por isso, fez muito bem o Banco de Portugal em afastar Joaquim Goes, António Souto e Rui Silveira.

 Mas e a Tranquilidade? A Tranquilidade que também continuou a investir em empresas do GES este ano sabendo do estado em que se encontravam? O presidente executivo Pedro Brito e Cunha, que é primo de Ricardo Salgado, tomou essas decisões com base em quê? Na relação familiar, como é óbvio. Devia estar detido igualmente. 

 Lesou gravemente e de forma consciente o património da seguradora. E Rui Leão Martinho, o presidente não executivo da Tranquilidade e ex-presidente do Instituto de Seguros de Portugal, não sabia de nada? 

 De novo, das duas uma: ou é incompetente ou foi conivente. Em qualquer caso, já se devia ter demitido ou ter sido demitido. Mas a verdade é que o Instituto de Seguros de Portugal parece estar perdido em combate. O presidente José Almaça não tem nada para dizer? Não tem nada para fazer?

 Já agora, António Souto, que o BdP suspendeu da administração do BES é membro do conselho de administração da Tranquilidade. Vai continuar neste cargo? E Rui Silveira, igualmente afastado da administração do BES, é do conselho fiscal da Tranquilidade. Também se vai manter na seguradora?

 Por tudo isto se vê o polvo em que se tornou o GES, tendo no seu centro o BES. Nem todos têm as mesmas responsabilidades. Mas há vários dos seus dirigentes que já deviam estar detidos e sem direito a caução pelos danos que estão a causar a muitos dos que neles País confiaram e ao próprio País.

 

19/10/2014

Governo engana os pobres beneficiando os ricos

Assim se enganam os tolos

“”Nicho de mercado eleitoral
Além das deduções em IRS que já existiam para os filhos, a reforma do Governo vem incluí-los no cálculo do "quociente familiar", permitindo poupar até 2000 euros de imposto (no caso de três filhos ou mais).
E evidente que quem vai beneficiar com esta generosidade fiscal são as famílias mais ricas, que em média têm mais filhos (os pobres, mesmo que tenham filhos, não pagam IRS, pelo que não terão vantagens...), em especial as prolíficas famílias conservadoras católicas que têm todos os filhos "que deus dá". O CDS conseguiu mais um importante "rebuçado" fiscal para o seu nicho de mercado eleitoral.””

Arco Iris

Marques Mendes desmente Governo

Passos Coelho deve pensar assim : já que estou perdido, levo as minhas ideias até ao fim e que se lixe o mexilhão!!!

“Em relação ao conjunto de medidas concretas do Orçamento do Estado, Marques Mendes disse que a “classe média continua com uma bordoada de impostos” ou seja "quem se lixa é sempre o mexilhão", acrescentando, no entanto, que o “OE é melhor do que o de 2014”.
Sobre o corte na despesa, Marques Mendes diz que a despesa do Estado é a primeira “grande desilusão” do OE 2015 por “não diminuir a sério”. A segunda é a sobretaxa do IRS “que não vai baixar”, afirma.
“A despesa prevista para o próximo ano não baixa, aumenta”, destaca.  ( ionline )